Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saiba quem é Mauro Vieira, que será ministro das Relações Exteriores de Lula

    Ex-chanceler de Dilma foi um dos cinco primeiros nomes anunciados pelo presidente eleito para compor os ministérios no novo governo

    Da CNN

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou, nesta sexta-feira (9), o diplomata Mauro Vieira para o Ministério das Relações Exteriores.

    Embaixador do Brasil na Croácia desde 2018, Vieira já ocupou o mesmo cargo entre 2015 e 2016 durante o governo Dilma Rousseff, mas foi exonerado após o impeachment da ex-presidente.

    Além disso, ele já esteve à frente alguns dos principais postos no exterior, como a embaixada na Argentina, em Washington e a representação do Brasil nas Nações Unidas, em Nova York. Vieira é um dos mais experientes diplomatas em atuação.

    Saiba mais informações sobre o futuro ministro abaixo.

    Quem é Mauro Vieira

    Nascido no Rio de Janeiro, Mauro Luiz Iecker Vieira, 71, estudou no Colégio Salesiano Santa Rosa, em Niterói, e é bacharel em direito pela Universidade Federal Fluminense.

    Diplomata de carreira, formado pelo Instituto Rio Branco, foi chefe de gabinete da Secretaria-Geral de Relações Exteriores.

    Entre 1982 e 1985, Vieira serviu na Missão do Brasil junto à Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) em Montevidéu, Uruguai. Vieira trabalhou na embaixada do Brasil na Cidade do México entre 1990 e 1992 e na embaixada em Paris de 1995 a 1999.

    Em 2000, ele foi admitido pelo presidente Fernando Henrique Cardoso à Ordem do Mérito Militar no grau de Oficial especial, sendo promovido pelo presidente ao grau de Comendador em 2001.

    Após seu período na secretaria, foi embaixador do Brasil na Argentina de 2004 a 2010, já durante o governo Lula. Em 2005, foi promovido pelo então presidente ao grau de Grande-Oficial da Ordem do Mérito Militar.

    Após a exoneração, foi nomeado embaixador do Brasil nos Estados Unidos de 2010 a 2015.

    Em 2015, retornou ao Brasil e foi indicado como Ministro das Relações Exteriores de Dilma Rousseff. Foi exonerado da chefia do Itamaraty após o impeachment da ex-presidente.

    Em 2016, Vieira foi nomeado pelo ex-presidente Michel Temer para o cargo de representante permanente do Brasil na ONU.

    No governo Bolsonaro, ele foi designado para o cargo de embaixador do Brasil em Zagreb, na Croácia.

    *Publicado por Marina Toledo, com informações da Reuters