Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Salles confirma presença em ato convocado por Bolsonaro

    Aliados do ex-presidente ainda divergem sobre motivação do ato

    Outros ex-ministros de Bolsonaro também confirmaram presença no ato
    Outros ex-ministros de Bolsonaro também confirmaram presença no ato Foto: Divulgação/Marcos Corrêa/Presidência da República

    Tainá Falcãoda CNN Brasília

    O deputado Ricardo Salles (PL-SP) confirmou que estará na manifestação promovida pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), no próximo dia 25, em São Paulo.

    Salles estará no trio elétrico ao lado de outras personalidades do bolsonarismo. Entre eles, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), que também já confirmou presença.

    Salles tem se mantido longe dos holofotes desde que Bolsonaro decidiu apoiar publicamente a candidatura do atual prefeito. A aliados, o parlamentar nega que uma eventual ruptura de Bolsonaro com Nunes possa levá-lo à disputa novamente.

    Além de Salles, outros ex-ministros de Bolsonaro confirmaram que estarão na manifestação, a exemplo de Marcelo Queiroga e Ciro Nogueira, presidente do PP.

    Nos bastidores, aliados do ex-presidente reclamam da ausência de nomes conhecidos no ex-governo, como da ex-ministra da Agricultura e senadora Tereza Cristina (PP-MS), frequentemente apontada como uma opção da direita à Presidência da República em 2026.

    Os governadores Jorginho Mello, de Santa Catarina e Claudio Castro , do Rio de Janeiro – ambos do partido de Bolsonaro – também não deve comparecer. Outra ausência provável é a da senadora Damares Alves (Republicanos-DF).

    Já Ronaldo Caiado (União Brasil-GO), que articula uma candidatura às presidenciais de 26, estará ao lado do ex-presidente.

    Aliados de Bolsonaro ainda divergem sobre a motivação do ato. Alguns avaliam que há tentativa de demonstração de força de Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal e à direita “moderada”, em busca de apoio para além do bolsonarismo.

    O risco de o ex-presidente se expor mais do que o necessário com discurso de ataques ao Supremo também está no radar dos bolsonaristas, que têm dificuldade de medir o impacto positivo dessa manifestação.