Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Se depender de mim, Lula não veta PL da saidinha”, diz Jaques Wagner à CNN

    Projeto de Lei que restringe saída temporária de presos foi aprovado na Câmara

    Raquel LandimTainá Falcãoda CNN

    O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), é contrário a um possível veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao “PL das saidinhas”. O projeto de lei, que acaba com a saída temporária dos presos, foi aprovado na Câmara nesta quarta-feira (20).

    “Se depender de mim, Lula não veta o PL da saidinha”, disse Wagner à CNN. O senador não concorda com o mérito do projeto, mas avalia que o desgate político não compensa.

    Ele diz que, caso vete, o presidente vai ser acusado pela oposição toda vez que ocorrer um crime após a saída temporária dos presos. O PL teve amplo apoio no Congresso e foi aprovado em votação simbólica.

    Segundo fontes que acompanham o assunto, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, deve recomendar um veto parcial a Lula para facilitar a negociação com o Congresso. São grandes as chances de um eventual veto do presidente ser derrubado pelos deputados.

    O coordenador do grupo de juristas Prerrogativas, Marco Aurélio Carvalho, disse que prepara uma mobilização para que o presidente vete o PL.