Se o partido lançar outro nome, que seja com convicção, diz Arthur Virgílio

Em entrevista à CNN, ex-prefeito de Manaus (AM) afirmou considerar equivocada a decisão do partido de não respeitar resultado das prévias

Ludmila Candalda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta segunda-feira (23), o ex-prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio, que é articulador do PSDB e pré-candidato ao Senado, afirmou considerar equivocada a decisão do partido de não respeitar o resultado das prévias. Em novembro de 2021, Doria venceu as prévias do partido, com 53,99% dos votos, e havia sido escolhido como candidato do PSDB para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022, superando o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite e o próprio Virgílio.

“Se o partido vai lançar um outro nome, que lance com convicção e com o compromisso de todos apoiarem, porque fica uma coisa muito ruim para o PSDB”, disse. O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou nesta segunda sua desistência em participar da corrida eleitoral.

Virgílio avalia que o partido perde no contexto da retirada de Doria da pré-candidatura ao Planalto.

“Continuo achando equivocada a posição de se desvalorizar as prévias. […] Em uma provocação minha, eu me dirigi ao Doria e me dirigi ao Leite, perguntando se em qualquer circunstância eles acatariam os resultados das prévias e, se em qualquer circunstância, permaneceriam no partido: ambos disseram que sim.”

O ex-prefeito de Manaus afirma que Doria enfrenta oposição dentro do partido. “O Doria foi candidato, tentou fazer o trabalho dele, mas sempre com uma contestação interna. Eu não sei se outro nome deixará de ter contestação interna”, disse.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Os pré-candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN