Secom apaga publicação de homem armado para comemorar Dia do Agricultor

Secretaria Especial de Comunicação Social disse que interpretações críticas da foto foram feitas fora de contexto

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria Especial de Comunicação Social apagou uma foto postada para comemorar o Dia do Agricultor em que mostrava um homem carregando uma arma ao invés de uma enxada. A publicação foi feita no Twitter oficial do órgão. 

Além da imagem, a publicação dizia: “Hoje homenageamos os agricultores brasileiros, trabalhadores que não pararam durante a crise da Covid-19 e garantiram a comida na mesa de milhões de pessoas no Brasil e ao redor do mundo.”

A postagem também afirmava que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estendeu a posse de arma do proprietário rural a toda sua propriedade, em referência a uma lei sancionada em setembro de 2019.

Após diversas críticas nas redes sociais e de políticos, a foto foi apagada e uma nova imagem foi publicada, de um gráfico que mostra a queda no número de invasões de terra nos últimos anos. 

Em nota, a Secom disse que à primeira imagem fazia referência à segurança no campo e deu margem a interpretações fora do contexto. 

Veja a resposta na íntegra:

A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom/MCom) alterou uma imagem da série de publicações em homenagem ao Dia do Agricultor. A imagem utilizada anteriormente, em referência à segurança no campo, deu margem a interpretações fora do contexto. O Governo Federal reafirma a importância dos trabalhadores rurais, categoria que não parou durante a pandemia e que assegurou a produção de alimentos. O governo continuará adotando medidas que proporcionem mais tranquilidade e segurança em respeito ao agricultor e à sua família.

Secretaria Especial de Comunicação Social
Secom/MCom

Foto de homem armado para comemorar Dia do Agricultor foi apagada das redes
Foto de homem armado para comemorar Dia do Agricultor foi apagada das redes pela Secom (28.jul.2021)
Foto: Reprodução

Publicado por Guilherme Venaglia

Mais Recentes da CNN