Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Secretário de Dino diz que foi um erro receber mulher de líder do Comando Vermelho

    Elias Vaz se desculpou e assumiu toda a responsabilidade pela visita da "Dama do Tráfico Amazonense"

    Luciane Barbosa Farias esteve no Congresso Nacional em março deste ano
    Luciane Barbosa Farias esteve no Congresso Nacional em março deste ano 14/03/2023 - Reprodução/Instagram/luhfariasoficial

    João RosaAna Patrícia Alvesda CNN*

    Brasília

    O secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Elias Vaz, afirmou que foi um erro ter marcado a reunião com a mulher de um dos líderes do Comando Vermelho no Amazonas, conhecida como “Dama do Tráfico Amazonense”. Luciane Barbosa Farias é esposa de Clemilson dos Santos Farias, conhecido como “Tio Patinhas”, preso em dezembro de 2022.

    “Eu quero lamentar esse episódio, dizer que, primeiro, se houve algum erro, esse erro foi da minha parte, por não ter feito uma verificação mais profunda das pessoas que eu ia receber”, afirmou o secretário nesta segunda-feira (14), em coletiva de imprensa.

    Vaz também assumiu toda a responsabilidade pelo encontro e se desculpou pelo episódio. “A responsabilidade é integralmente minha, porque eu tenho autonomia para decidir quem eu vou receber ou quem eu não vou receber. Eu não consulto o ministro sobre isso”, complementou.

    Após a polêmica, o Ministério da Justiça publicou uma portaria com novas regras para a entrada de visitantes no Palácio da Justiça, a sede da pasta, que conta também com dois anexos. O texto trará detalhes de como serão os acessos e autorizações expressas de salas, além de uma análise prévia do nome de quem tem interesse em entrar.

    O secretário também afirmou que pretende adotar um procedimento mais rigoroso para a marcação de visitas e reuniões. “Nós precisamos ter um sistema mais adequado, para que a gente evite esse tipo de situação”.

    Vaz também frisou que a reunião foi para tratar de assuntos que não têm relação com o crime organizado. “A reunião aconteceu de uma forma coletiva com outros assuntos. A gente tem como provar isso, as pessoas que participaram efetivamente dessas reuniões.”

    Como justificativa para ter marcado a reunião, Vaz explicou que o encontro se deu na esteira de uma agenda com a ex-deputada Janira Rocha. Segundo o secretário, ela queria discutir assuntos relacionados a “questões de direitos humanos”.

    VÍDEO – Esposa de líder do Comando Vermelho participou de reuniões na Esplanada

    Entenda

    Luciane Barbosa Farias, conhecida como dama do tráfico amazonense, realizou duas visitas ao Ministério da Justiça neste ano. Ela é esposa de Clemilson dos Santos Farias, conhecido como “Tio Patinhas”.

    Luciane Barbosa e o marido foram condenados em segunda instância por lavagem de dinheiro, associação para o tráfico e organização criminosa. Ele cumpre 31 anos no presídio de Tefé (AM). Ela foi sentenciada a dez anos e recorre em liberdade.

    As reuniões de Luciane no Ministério da Justiça foram com os secretários de Políticas Penais, Rafael Velasco; de Assuntos Legislativos, Elias Vaz; e com a coordenadora do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania), Tamires Sampaio.

    A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo e confirmada pela CNN com integrantes da pasta. O ministro Flávio Dino falou sobre o assunto nas redes sociais.

    “Nunca recebi, em audiência no Ministério da Justiça, líder de facção criminosa, ou esposa, ou parente, ou vizinho. De modo absurdo, simplesmente inventam a minha presença em uma audiência que não se realizou em meu gabinete. Sobre a audiência, em outro local, sem o meu conhecimento ou presença”, escreveu.

    *com informações de Elijonas Maia e Beatrice Mesiano

    Tópicos

    Tópicos