Secretário do Consumidor deixa cargo após demissão de Moro

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia
 
Luciano Timm, secretário nacional da Secretaria do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, anunciou, na manhã deste domingo (26), que deixa o cargo à diposição.
 
Em entrevista à CNN, Timm disse que foi pego de surpresa pelos eventos da última sexta-feira (24), quando o então ministro Sergio Moro pediu demissão após Bolsonaro exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Mauricio Valeixo.

“Como eu particularmente vim pro Ministério da Justiça a convite do ministro Sergio Moro, com quem eu tinha uma relação profissional, não vi motivos para permanência [no cargo], embora não tenha nenhuma atitude negativa contra o presidente da República”, afirmou. 

Timm também disse que outros colegas seguirão a atitude, em “solidariedade” a Moro. “Não nos restava outra atitude a não ser essa. Creio que mais três colegas fizeram o mesmo, deixar o cargo após a substituição.”

O ex-secretário negou qualquer tipo de interferência, seja de Moro ou qualquer representante do governo federal, nas ações da Senacon.

“Em relação a minha pasta, tive liberdade total do ministro. Nunca senti pressão alguma nem da Câmara dos Deputados, nem da Casa Civil, nem de outros ministérios.”

Mais Recentes da CNN