Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Secretário do Ministério da Agricultura apoiou Bolsonaro em 2022; veja vídeo

    Irajá Lacerda gravou vídeo em que declarou suporte ao ex-presidente durante candidatura a deputado federal

    Irajá Lacerda declara apoio a Jair Bolsonaro em 2022
    Irajá Lacerda declara apoio a Jair Bolsonaro em 2022 Reprodução/Redes Sociais

    João RosaDanilo Moliternoda CNN

    em Brasília e São Paulo

    Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o advogado Irajá Lacerda, secretário-executivo do Ministério da Agricultura e Pecuária, declarando apoio a Jair Bolsonaro (PL) em 2022.

    As imagens foram feitas quando Lacerda se candidatou a deputado federal pelo PSD. (veja abaixo)

    “Olá, meus amigos. Eu me chamo Irajá Lacerda e sou candidato a deputado federal. Eu venho aqui, publicamente, manifestar o meu apoio ao presidente Bolsonaro e ao (…). Cuidado, hein!? Não caiam em fake news”, diz o secretário na gravação.

    É necessário ressaltar que o vídeo possui um corte após a citação ao ex-presidente. Além disso, nem Lacerda ou o PSD se pronunciaram a respeito.

    A nomeação para o cargo aconteceu na noite de quinta-feira (5) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU).

    A CNN procurou Irajá Lacerda e o Ministério da Agricultura, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

    Também foram contatados o Planalto e o PSD. A matéria será atualizada conforme resposta.

    Lacerda defendeu revisão de terras indígenas

    Em uma entrevista reproduzida no blog de seu escritório de advocacia, que leva o nome de Lacerda, o agora secretário afirmou que “os procedimentos de demarcação de terras indígenas eram feitos de forma arbitrária”. A publicação data de 25 de maio de 2021.

    “[Os procedimentos eram] realizados de forma totalmente unilateral, em que a maioria dos direitos de defesa dos não-índios foi praticamente extinto. Eram utilizados laudos antropológicos sem critério nenhum, sem fiscalização por entes competentes, feitos a bel-prazer pela FUNAI”, avaliou.

    Lacerda ainda apontou que “a questão de desenvolvimento e dano ambiental é um mito” e que agricultores, pecuaristas e mineradores seguiriam a premissa de “preservar e produzir sustentavelmente”.

    Atuações

    Irajá Lacerda nasceu em Cáceres (MT), em 1983. Ele é formado em Direito pelo Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG) e inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) desde 2008.

    De acordo com o governo federal, ele atuou na área de Direito Agrário e Direito Ambiental, tendo sido também presidente e vice-presidente da Comissão de Direito Agrário da OAB/MT entre 2017 e 2020.

    Também presidiu a Câmara Setorial Temática de Regularização Fundiária da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, em 2017.

    Em 2020, o advogado assumiu como chefe de gabinete do então senador Carlos Fávaro.

    *editado por Tiago Tortella