Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sem Lira, articulador político de Lula busca diálogo com líderes do Centrão

    Afastado do presidente da Câmara, ministro das relações Institucionais, Alexandre Padilha, tem mantido conversas com lideranças próximas ao político alagoano

    Tainá Falcãoda CNN

    Brasília

    Apesar da estremecida relação com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), o articulador político do governo, Alexandre Padilha, não tem deixado de se comunicar com as principais lideranças da Casa.

    Segundo aliados, ele tem mantido contato frequente, por telefone, em encontros durante o recesso parlamentar, com líderes do Centrão — aliados do presidente da Casa.

    O presidente da Câmara prefere contato direto com o presidente da República, apurou a CNN. Lira elegeu outros ministros como interlocutores, a exemplo de Rui Costa, ministro da Casa Civil, com quem se reuniu na última quarta-feira (31), em Brasília.

    A conversa, segundo relatos à CNN, teria girado em torno de assuntos caros ao presidente da Casa, a exemplo da sucessão à Câmara Federal e as eleições de 2026.

    Ainda não há certeza se o presidente Lula receberá Arthur Lira na próxima semana. O presidente só estará em Brasília na segunda e na sexta-feira.

    Mal estar

    A ausência de Lira na posse do ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, tem sido alvo de críticas de aliados do presidente Lula, que consideraram o gesto como um recado “desproporcional” de insatisfação ao Planalto.

    O presidente da Câmara também não foi ao ato de 8 de janeiro. Lira alegou problemas pessoais para faltar à cerimônia, mas ministros do entorno de Lula ainda recordam do episódio com aparente mágoa.

    Por outro lado, aliados do presidente avaliam que o vácuo na relação com Lira tem aproximado o Planalto do presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

    A aliança é vista como “estratégica” pelo entorno de Lula, para frear o andamento de “pautas bombas” em 2024.