Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Senado rejeita indicação de Lula para Defensoria Pública da União

    Análise do nome de Igor Roberto Albuquerque Roque estava travada há três meses

    Igor Roque chegou a ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em julho deste ano
    Igor Roque chegou a ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em julho deste ano Roque de Sá/Agência Senado

    Leonardo Ribbeiroda CNN

    em Brasília

    Em um sinal de insatisfação com o governo, o Senado Federal rejeitou, nesta quarta-feira (25), o nome de Igor Roberto Albuquerque Roque para chefiar a Defensoria Pública da União (DPU). O placar foi apertado: 35 senadores votaram a favor e 38 contra.

    A análise do nome de Igor Roque estava travada há três meses. Igor Roque chegou a ser sabatinado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em julho deste ano.

    No entanto, seu nome passou a ser criticado pela oposição após a DPU, com a anuência do indicado, organizar em agosto deste ano um seminário sobre aborto legal.

    Esse tipo de derrota é pouco comum entre os indicados para cargos que dependem de autorização dos senadores.

    O último embaixador rejeitado pelo Senado foi Guilherme Patriota, em 2015.

    Três anos antes, o economista Bernardo Figueiredo foi rejeitado para a presidência da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mesmo com o esforço feito à época pela presidente Dilma Roussef (PT).