Sidney Rezende: Moraes demonstra coragem ao investigar origem das fake news

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista comentou inquérito do STF para apurar existência de organização criminosa digital que espalha notícias falsas na web

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (2), Sidney Rezende comentou a abertura de inquérito pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para investigar a existência de uma organização criminosa digital acusada de propagar fake news. A ação foi anunciada em conjunto com o arquivamento das investigações dos atos antidemocráticos.

Ambos os processos impactam, diretamente, o Palácio do Planalto. Na live que faz todas as quintas-feiras, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou a decisão de Moraes.

“A investigação vai ser aprofundada, mas, concretamente, eu penso de forma diferente. Acho até que o ministro Alexandre de Moraes está demonstrando grande coragem pessoal e grande cumprimento ao seu dever e sua responsabilidade”, analisou o jornalista.

“[Moraes] está pedindo que se faça a investigação, acho perfeitamente correta. Quanto à live do presidente, não tem nenhuma ligação uma coisa com a outra porque ele falou em voto auditável e o ministro toma essa ação [de apurar fake news]. Ele, Bolsonaro, está dizendo isso numa interpretação livre e, na minha opinião, falsa.”

“É muito importante que se verifique até um pouco além, se alguma autoridade, até no governo federal, está mesmo envolvida ou não nessa matéria”, disse Rezende.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (2.jul.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN