Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    STF julga afastamento de Ibaneis, segurança reforçada em todo país e mais de 11 de janeiro

    Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começaram a julgar nesta quarta-feira (11) a decisão que afastou por 90 dias o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), após os atos criminosos do último domingo (8) em Brasília

    CNN

    O julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão que afastou o governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha (MDB), e a segurança reforçada em todo país por precaução diante da possibilidade de novos atos bolsonaristas estão entre os destaques desta quarta-feira (11).

    STF começa a julgar afastamento do governador do DF

    Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começaram a julgar nesta quarta-feira (11) a decisão que afastou por 90 dias o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), após os atos criminosos do último domingo (8) em Brasília.

    O julgamento da decisão do ministro Alexandre de Moraes acontece em plenário virtual – onde os ministros não debatem, apenas inserem seus votos no sistema da Corte.

    Assim como julgamentos no plenário físico, se algum ministro pedir vista (mais tempo para analisar o caso), o julgamento é suspenso.

    A votação foi aberta às 00h e vai até às 23h59 desta quarta.

    Ministro da Casa Civil diz à CNN que segurança será reforçada em todo o país nesta quarta

    O gabinete de crise estruturado pelo governo Lula para monitorar e se antecipar a novos atos criminosos contra a democracia decidiu reforçar a segurança em todo o país nesta quarta-feira (11), diante de eventuais novas convocações de atos bolsonaristas pelo país.

    A informação foi dada à CNN pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa, minutos após ter deixado a reunião do gabinete.

    “Tem medidas para esta quarta de reforço da segurança em todo o país uma vez que circularam cards de novas manifestações. Então por precaução a segurança na Esplanada dos Ministérios, nas cidades e no país como um todo”, disse a CNN.

    Ele informou ainda que o Exército deverá proteger as sedes dos Três Poderes, mas sem necessariamente um decreto de Garantia de Lei e da Ordem.

    AGU pede que STF impeça bloqueio de vias e atos em prédios públicos

    A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação na qual pede que a Corte notifique autoridades para que seja rechaçada qualquer tentativa de bloqueio de vias urbanas ou rodovias, assim como qualquer tentativa de invasão a prédios públicos no país. O alerta ocorre depois das ações criminosas realizadas no último domingo (8) na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

    A ação se baseou em notícias de que grupos extremistas estão convocando novas manifestações em todas as capitais do país. O chamamento, segundo a AGU, está ocorrendo em grupos do Telegram.

    “Vê-se, da postagem acima registrada, que o País se encontra na iminência de entrar com grave situação, novamente, após os trágicos eventos do domingo 08/01/2023, quando o mundo, estarrecido, assistiu à tentativa de completa destruição do patrimônio material e imaterial, além de todos o simbolismo que carregam das instituições democráticas. Estas resistiram e se fortaleceram. O patrimônio será reparado, infelizmente, à custa de todo o erário”, diz a AGU.

    Em dia de prisão de comandante, PMs entram em alerta com medo de novas detenções

    Mensagens de WhatssApp que circulam em grupos da PM de Brasília causaram pânico entre policiais militares que temem novas prisões, após o ex-comandante geral da corporação Fábio Augusto Vieira ir para cadeia, nesta terça-feira.

    Uma das mensagens mais compartilhadas alerta para a existência de 108 mandados de prisão que recairiam sobre policiais. O Supremo Tribunal Federal não confirma se haverá novos mandados de prisão, além da já conhecida ordem de mandar prender o ex-secretário de Segurança Pública, Anderson Torres e o comandante da PM.

    A CNN conversou com oficiais e praças que estiveram na ação de segurança que fracassou no domingo. Eles contaram que chegaram a acionar advogados com medo de que sejam os próximos alvos da justiça.

    Na noite desta terça-feira, comandantes e policiais de alta patente se reuniram no quartel do choque da PM de Brasília para avaliar a situação. De acordo com relatos, o sentimento é de injustiça e inconformidade com a prisão do ex-comandante.

    Núcleo central de Bolsonaro vê racha ampliar no entorno do ex-presidente

    Os atos criminosos de domingo (8) levados a cabo por radicais na Esplanada dos Ministérios ampliaram o racha no núcleo central de Jair Bolsonaro (PL), segundo relatos de diferentes interlocutores próximos do ex-presidente à CNN.

    A cisão vinha se intensificando desde a derrota nas eleições.

    O ex-presidente se encontra nos Estados Unidos com os assessores nomeados por ele, que, pela legislação, todo ex-presidente tem direito.

    Bolsonaro está ainda com um de seus filhos, o senador Flavio Bolsonaro (PL-RJ).

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

    * Publicado por Léo Lopes