Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Todo protesto ordeiro e pacífico é válido. O resto é baderna”, diz Mourão à CNN

    O vice-presidente disse que aguarda as investigações e a identificação dos responsáveis pelos vandalismos promovidos em Brasília

    Gustavo Uribe

    O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu nesta terça-feira (13) à CNN que todo protesto ordeiro e pacífico é válido, mas que o resto é baderna “que tem de ser contida pela aplicação da lei”.

    Na noite desta segunda-feira (12), um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro promoveu vandalismo em Brasília após tentativa de invasão a um prédio da Polícia Federal. No local, carros e ônibus foram incendiados.

    Até o momento, segundo informações de integrantes do governo do Distrito Federal, não houve detenção de nenhum dos envolvidos no episódico. Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve registro de feridos até o início da madrugada desta terça-feira (13).

    Mourão afirmou à CNN que aguarda as investigações e a identificação dos responsáveis. De acordo com ele, “as táticas empregadas não têm nada a ver” com os manifestantes que protestam há dias em frente ao Quartel-General do Exército do Brasil, na capital federal.

    “Compete aos encarregados de manter a lei e a ordem investigar, para que não ocorram generalizações. Todo protesto ordeiro e pacífico é válido. O resto é baderna que tem de ser contida pela aplicação da lei”, ressaltou.

    Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal afirmou que o protesto teve início após o cumprimento de um mandado de prisão temporária contra o cacique José Acácio Serere Xavante. A detenção ocorreu pela suposta prática de condutas ilícitas em atos antidemocráticos pelo prazo de dez dias.