Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tragédia no RS: roubo de barcos, casas saqueadas e fake news preocupam o governo

    "Nessas horas as pessoas conseguem mostrar o que têm de melhor, mas também o pior", disse Paulo Pimenta

    Manoela Carluccida CNN*

    São Paulo

    O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta comentou, durante a tarde desta terça-feira (08) sobre a importância da força nacional no Rio Grande do Sul.

    Durante coletiva ao lado da ministra da Saúde, Nísia Trindade, do ministro do Desenvolvimento Regional do Brasil, Waldez Goes e outras autoridades, Pimenta afirmou que casas foram saqueadas e barcos foram roubados no estado nos últimos dias.

    Nessas horas as pessoas conseguem mostrar o que têm de melhor, mas também o que tem de pior… Barcos foram roubados, casas foram saqueadas. Isso é algo deplorável.”

    Além dessa questão, a veiculação de notícias falsas acerca de arrecadações também tem preocupado o governo federal de acordo com o ministro.

    Para ele, é preciso que se “denuncie essa rede inescrupulosa de fake news, mentindo de forma descarada e se aproveitando da tragédia para divulgar mentiras.”, disse.

    Aproveitou para desmentir uma notícia veiculada, que afirmava que um posto da Receita Federal estava impedindo que donativos chegassem ao estado.

    “É algo lamentável, precisamos alertar a população”, continuou.

    Comentou também sobre pix que estão sendo modificados e compartilhados, a fim de desviar o dinheiro de arrecadações.

    “Pessoas que trocam o pix oficial para desviar dinheiro daqueles que querem colaborar e contribuir”.

    Transversalidade de governo

    Durante o anúncio, o ministro do Desenvolvimento Regional do Brasil, Waldez Goes, comentou sobre a atuação conjunta de todos os ministérios e também sobre a sala de situação instaurada pelo governo federal.

    “Momentos como esse pedem esse tipo de posicionamento num país de diferentes pensamentos. Esses pensamentos diferentes não podem estar acima do cuidado das pessoas que mais precisam”, disse.

    Emendas

    O ministro Paulo Pimenta anunciou também que durante a tarde desta segunda-feira (06), será realizado todo o encaminhamento de R$534 milhões de emendas individuais de parlamentares e que até a próxima quarta-feira (08) serão mais R$80 milhões de emenda de bancada, para auxílio ao estado diante das tragédias desencadeadas por fortes chuvas.

    “Estão sendo liberados a partir de hoje R$580 milhões, sendo R$538 milhões na área da saúde. Amanhã tem uma reunião da Comissão Mista de Orçamento, possivelmente na quarta-feira (08), se vota no Congresso a liberação das emendas especiais totalizando R$448 milhões”, completou o secretário especial de assuntos federativos do Governo Federal, Andre Luiz Ceciliano.