TSE libera posse de filho de Garotinho como prefeito de Campo dos Goytacazes

Plenário entendeu que não havia problemas com o registro do vice-prefeito da chapa, Frederico Paes (MDB), que vinha sendo questionado

Wladimir Garotinho (PSD) foi eleito prefeito de Campos dos Goytacazes (RJ)
Wladimir Garotinho (PSD) foi eleito prefeito de Campos dos Goytacazes (RJ) Foto: Reprodução / TSE

Por Stéfano Salles, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Filho dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Matheus, o deputado federal Wladimir Garotinho (PSD-RJ), candidato mais votado para a prefeitura de Campos dos Goytacazes, reduto da família no norte fluminense, teve o registro de sua candidatura confirmado por unanimidade nesta quinta-feira (10) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O plenário entendeu que não havia problemas com o registro do vice-prefeito da chapa, Frederico Paes (MDB), que vinha sendo questionado. Com isso, os dois poderão tomar posse em janeiro de 2021 e exercer o mandato pelos próximos quatro anos. 

Leia também:

PSD deve ter candidatura própria em 2022, diz Gilberto Kassab

Maia prega aliança entre Doria, Huck e Ciro e vê Centro forte após eleições

Só 1 em 6 prefeitos de grandes e médias cidades é novato na política

Com candidatura indeferida, Wladimir Garotinho vence em Campos dos Goytacazes

O questionamento se dava com base no fato de Frederico Paes, que é engenheiro, ter deixado o cargo de diretor do Hospital dos Plantadores de Cana (HPC), em Campos, fora do prazo legal para desincompatibilização para agentes públicos. A unidade de saúde não é pública, mas o questionamento ocorria por receber recursos governamentais. 

O tribunal entendeu que a medida não se aplicava a Frederico, uma vez que o HPC é uma entidade filantrópica, de caráter particular, e não é mantido pelo poder público, apenas recebe recursos públicos. 

“O resultado do TSE confirma que sempre falamos a verdade. Prevaleceu a vontade popular, o respeito as urnas é o princípio básico da democracia. O povo de Campos quer paz e estabilidade para superar os grandes desafios que estão no nosso caminho”, disse o prefeito eleito. 

Destaques do CNN Brasil Business:

Homem mais rico do Brasil, o banqueiro Joseph Safra morre aos 82 anos

Com Selic em 2%, quanto rende investir R$ 1 mil em poupança, fundos ou títulos?

Airbnb precifica ações acima da faixa estimada no maior IPO dos EUA em 2020

‘Carreira em Y’ pode explicar por que algumas empresas têm chefes tão ruins

Com a vitória, a família Garotinho retoma a gestão de Campos após um intervalo de quatro anos. Wladimir venceu no segundo turno Caio Vianna (PDT), filho do ex-prefeito Arnaldo Vianna. A margem foi apertada: 52,4%, contra 47,6%. Uma diferença de 11 mil votos. 

Campos é a maior cidade do Rio de Janeiro em área, e tem a maior população entre os municípios do interior fluminense, com 511.168 habitantes, segundo projeção do IBGE. Wladimir substituirá o prefeito Rafael Diniz (Cidadania), que ficou em quarto lugar no primeiro turno. 

Na eleição da capital fluminense, a deputada federal Clarissa Garotinho (PROS-RJ), irmã mais velha de Wladimir, obteve apenas 0,46% da preferência do eleitorado. Com isso, ficou em 11º lugar no primeiro turno, com pouco mais de 12 mil votos.

Mais Recentes da CNN