‘Tudo indica que cloroquina foi fonte de lucros’, afirma Humberto Costa

Em entrevista à CNN, senador Humberto Costa (PT-PE) falou sobre os próximos passos na CPI da Pandemia

Anna Gabriela Costa e Jorge Fernando Rodrigues, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O senador Humberto Costa (PT-PE) falou à CNN, nesta sexta-feira (18), sobre as próximas etapas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, e afirmou que serão analisados documentos para entender a prescrição da cloroquina no tratamento contra a Covid-19. Segundo o senador, a utilização do medicamento, que não tem eficácia comprovada contra a doença, foi “fonte de lucro” para muitas pessoas. 

“Vamos ter [na CPI] a presença do representante da Precisa. Nós recebemos documentos que solicitamos, que demonstram que, por exemplo, a cloroquina não foi somente um fetiche ideológico ou um equívoco de prescrição médica. Tudo indica que foi uma fonte de lucro para muita gente; e nós queremos exatamente mostrar uma relação promíscua que une esses laboratórios a alguns profissionais de saúde, médicos que adotaram como tarefa a prescrição desses medicamentos”, afirmou o senador. 

Os membros da CPI da Pandemia aprovaram a convocação do deputado federal Osmar Terra (MDB-RS). De acordo com o senador Humberto Costa, o depoimento do deputado, que acontece na próxima semana, deverá esclarecer a relação dele com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na condução da pandemia.

“Na terça-feira temos um importante depoimento, porque estará na CPI o deputado Osmar Terra, que tudo indica é o grande mentor intelectual do presidente da república. No que diz respeito a condução da pandemia.e a essa ideia que o presidente confessou, que trabalhou e trabalha pela construção da imunidade coletiva por transmissão da doença”, disse Costa.

O senador Humberto Costa (PT-PE) conversou com a CNN sobre a CPI da Pandemia
O senador Humberto Costa (PT-PE) conversou com a CNN sobre a CPI da Pandemia (18.jun.2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN