Veja como deputados votaram no congelamento de salários de servidores públicos

O veto foi mantido por 316 votos a favor e 165 votos contra. A Câmara registrou duas abstenções e 30 deputados não votaram.

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Câmara dos Deputados reverteu a decisão do Senado e manteve nesta quinta-feira (20) o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao dispositivo que permitia aumento de salários a uma lista de categorias de servidores públicos, envolvidas no enfrentamento da Covid-19.

O congelamento foi incluído como contrapartida ao auxílio federal de R$ 125 bilhões previsto em lei para estados e municípios.

Assista e leia também:

Câmara mantém veto de Bolsonaro que congelou salários de servidores

Alcolumbre adia análise da PEC do Fundeb

Durante a tramitação, os parlamentares incluíram uma lista de exceções, contando trabalhadores de saúde, educação, segurança, militares e de limpeza, entre outros. Essa lista foi vetada por Bolsonaro e agora o congelamento até o fim de 2021 passa a valer para todos os servidores federais, estaduais e municipais.

Veja abaixo como votou cada um dos deputados em relação ao veto:

Mais Recentes da CNN