Vereadores aprovam criação do “Dia da Harmonização Facial” em São Paulo

Projeto ainda passará por mais uma votação; justificativa do projeto afirma que apresentação pessoal é uma necessidade fundamental das pessoas

Câmara dos vereadores de São Paulo
Câmara dos vereadores de São Paulo Foto: Divulgação

Carolina Figueiredoda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quinta-feira (26) a criação do Dia da Harmonização Facial, a ser comemorado no dia 29 de janeiro. Proposto pelos vereadores Isac Félix e Marcelo Messias, o projeto ainda passará por outra votação.

Na justificativa do projeto, alega-se que “a apresentação pessoal é uma necessidade fundamental na vida das pessoas” e que “essa preocupação não raras vezes gera um trauma psicológico nas pessoas.”

Os proponentes argumentam ainda que “projeto visa reconhecer um novo ofício que está surgindo e pode ajudar muitas pessoas.”

O vereador Isac Félix emitiu nota alegando que o projeto tem preocupação também com vítimas de violência doméstica – embora a harmonização facial não seja considerada uma cirurgia plástica ou corretiva.

“Como vereador atuante nas comunidades, recebo inúmeros depoimentos e histórias de mulheres que sofreram violências terríveis que resultaram em cicatrizes em suas faces e corpos, causando-as baixa autoestima, inseguranças e sentimento de rejeição. Além disso, muitas dessas mulheres perderam oportunidades de emprego por conta das visíveis cicatrizes”, afirma o vereador no comunicado.

Nessa primeira votação não houve discussão em plenário, o que é de praxe quando há acordo entre líderes de partidos.

Uma primeira versão deste texto afirmava que a vereadora Sandra Santana era uma das autoras do projeto. A informação foi corrigida.

Veja abaixo a nota da vereadora Sandra Santana:

Nota de Esclarecimento
A vereadora Sandra Santana, vem através da presente nota esclarecer o seu posicionamento acerca de matérias jornalísticas publicadas por alguns veículos de comunicação atrelando sua co-autoria junto ao PL 386/2021, de autoria do nobre vereador Isac Félix, que trata do dia da Harmonização Facial.
Entendendo que o objetivo inicial seria o tratamento de harmonização facial às mulheres vítimas de violência doméstica, a vereadora Sandra Santana solicitou a participação do referido PL. No entanto, após análise do teor do PL pela assessoria jurídica do gabinete e, confirmando ser outro o escopo, houve a solicitação de remoção de seu nome.
Desta forma, é importante enfatizar que a vereadora Sandra Santana não possui vínculo com o Projeto de Lei em questão. 
Por oportuno, nos colocamos a disposição para eventuais dúvidas e desde já solicitamos a errata aos veículos de comunicação que publicaram em suas matérias, equivocadamente, o nome da Vereadora Sandra Santana.
Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa
Equipe vereadora Sandra Santana

*publicado por Felipe Romero

Mais Recentes da CNN