Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Waack: Bolsonaro disse que não precisa de cartinha para falar que defende a democracia

    Com mais de 100 mil adesões em menos de um dia, um dos manifestos em defesa da democracia mereceu comentários de dois de seus alvos

    William Waackda CNN

    Ouvir notícia

    Com mais de 100 mil adesões em menos de um dia, um dos manifestos em defesa da democracia mereceu comentários de dois de seus alvos.

    O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que não precisa de cartinha nenhuma para falar que defende a democracia.

    Ao lado dele, seu principal aliado, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), emendou: as instituições no Brasil são fortes e não precisa qualquer movimento público ou político para fazer com que isso se apresente de maneira sempre necessária.

    Lira ainda acrescentou que confia no sistema eleitoral – do qual Bolsonaro desconfia.

    Ocorre que os movimentos na sociedade civil em defesa das instituições democráticas continuam se ampliando.

    A Febraban, entidade que representa o sistema financeiro, resolveu aderir a um manifesto coordenado por entidades empresariais. E o secretário de Defesa americano, que se encontrou hoje com o ministro de Defesa brasileiro, disse que não precisou pressioná-lo.

    O recado já tinha sido dado.

    Mais Recentes da CNN