Waack: Mesmo sem depor, Pazuello é o personagem político da semana

Preparação do general – pessoa que ficou mais tempo à frente da Saúde durante pandemia – para depoimento no dia 19 é motivo de preocupação para o Planalto

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro CNN Poder desta segunda-feira (10), na CNN Rádio, William Waack analisa a importância do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, considerado por ele o personagem político da semana.

“Ele é a pessoa que ocupou por mais tempo o comando do Ministério da Saúde, da maneira como o governo enfrentou – ou não soube enfrentar – a pandemia, mas isso é um problema para a CPI determinar”, disse Waack.

“E se torna um personagem complicado, do ponto de vista do governo, porque eu não conheço nenhum general que goste de ser contestado – e vão colocar ele na frente de um monte de raposas políticas para ficar lá durante horas respondendo perguntas”, completou.

O depoimento de Pazuello, previsto inicialmente para a semana passada, foi remarcado para a quarta-feira (19) após o general enviar carta ao Comando do Exército Brasileiro dizendo ter entrado em contato com dois servidores do Poder Executivo que foram diagnosticados com Covid-19.

Waack disse ainda haver outra preocupação, essa criada pelo Palácio do Planalto e pela forma como o general está sendo preparado para seu depoimento.

“Imaginem um lutador, em qualquer modalidade, não importa. Ele vai enfrentar um adversário difícil – é o caso do Pazuello na CPI. Aí, colocaram dois treinadores para falar com o lutador e os técnicos não se entendem. É isso também que está acontecendo no treinamento para este importante personagem político.”

Mais Recentes da CNN