Estado do Rio registra a primeira morte por coronavírus


Da CNN Brasil, no Rio
19 de março de 2020 às 10:46 | Atualizado 19 de março de 2020 às 12:25
Imagem da estrutura do betacoronavírus, como o novo coronavírus

 

Foto: Nexu Science Communication/Reuters

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro e a prefeitura de Miguel Pereira confirmam a primeira morte por coronavírus no estado. A vítima é uma mulher de 63 anos.

"Esse vírus nos atinge a todos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo”, disse o governador Wilson Witzel (PSC).

A mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no dia 15 e deu entrada em uma unidade de saúde de Miguel Pereira no dia 16. Em seguida, apresentou piora no quadro e morreu na última terça. Ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

“Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível”, diz o secretário de Saúde, Edmar Santos. 

Em coletiva de imprensa no final da manhã, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e a secretária de Saúde da cidade, Ana Beatriz Busch, atualizaram os números de casos na capital carioca. Ao todo, são 55 diagnósticos confirmados, 185 casos suspeitos sob análise e 103 descartados. Entre os confirmados, 35 têm idade entre 20 e 59 anos, 17 estão acima de 60 anos e não há nenhum menor de 10 anos. Dos 55, 38 têm histórico de viagem internacional - incluindo Itália, França e EUA - e 16 não viajaram ao exterior, o que, segundo informou Busch, comprova a transmissão comunitária na cidade.

O último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, divulgado na quarta-feira (18), contabilizava 63 casos confirmados no RJ. 

Morte em Niterói ainda não confirmada

Em nota, a Secretaria de Saúde esclarece que o resultado de um outro caso em investigação de Niterói ainda está sendo analisado. Não há certeza de vínculo com a epidemia de coronavírus. A prefeitura de Niterói informou que a confirmação deve sair ainda esta semana.

"A Fundação Municipal de Saúde de Niterói informa que o paciente de 69 anos que veio a óbito em um hospital particular na cidade, na última terça (17), testou positivo para COVID-19 na rede particular e aguarda a contraprova na rede pública para ser considerado ou não pelas autoridades de saúde. A previsão é que resultado saia ainda esta semana. O município possui outros seis casos confirmados da doença. Todos os pacientes realizaram viagem ao exterior ou tiveram contato com os viajantes, e estão sendo acompanhados pela FMS. Até o momento são 102 casos suspeitos da doença, e 71 já foram descartados."