Pesquisadores estudam moléculas de medicamentos que atacam coronavírus


Da CNN Brasil, em São Paulo
20 de março de 2020 às 21:57

Pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), estudam uma combinação de medicamentos que podem neutralizar os efeitos do novo coronavírus.

Em entrevista à CNN, Rafael Elias, um dos pesquisadores que participam do estudo, afirmou que a ideia é conseguir um tratamento para diminuir o tempo que as pessoas são afetadas pelo coronavírus e o quanto elas ficam no hospital.

“A estratégia que estamos empregando é o reposicionamento de fármacos, que consiste em pegar remédios que já existem nas farmácias, que já estão disponíveis e sabemos que são seguros de usar, e descobrir entre eles quais tem atividade contra o coronavírus”, disse Elias.

“Assim, conseguimos acelerar em muito a chegada de remédio para as pessoas que precisam. Isso é urgente e essa estratégia de buscar nas farmácias e achar remédios que podem combater [os efeitos do coronavírus] é a que achamos ser a mais rápida”, completou.

O pesquisador disse que, com o uso de métodos computacionais, foi possível localizar algumas moléculas que podem bloquear uma proteína importante do novo coronavírus, o que diminuiria sua replicação.

“Nós estamos em fase de teste com cultura de células, os testes in vitro, e nas próximas semanas vai ser possível dizer se achamos um possível medicamento [que seja eficaz] para o coronavírus”, revelou.