Médico toxicologista, Antony Wong defende o isolamento vertical

É mais importante focar nos mais vulneráveis, avalia médico

Da CNN, em São Paulo
28 de março de 2020 às 12:11 | Atualizado 28 de março de 2020 às 12:19
 

Em entrevista à CNN, o médico toxicologista Antony Wong explicou a sua defesa pelo isolamento vertical, para que pessoas consigam sair de suas casas para trabalhar. " O que é singular deste vírus é que ele é altamente contagioso. Quando ela é contagiosa e você faz uma intervenção de isolamento ele já não tem muito efeito pois boa parte da população já está contaminada". O médico explica: "Nesta situação, nós devemos focar em tratar quem realmente está em risco." 

Quanto aos grupos de risco, Wong avalia: "Ele [o vírus] é altamente infectante, mas na faixa etária abaixo dos 50 anos, ele é muito pouco letal. Mais de 95% de pessoas abaixo de 50, 60 anos ele é uma doença irritante, um resfriado forte, dá uma dor e apenas uma parcela da população ele vai ter um impacto maior, principalmente nas pessoas mais velhas e com doenças crônicas". 

No cenário brasileiro, o médico também mencionou a importância do clima brasileiro para que o novo coronavírus não se dissemine com facilidade. "O Brasil, com apenas três semanas nesta doença teve metade do número de pessoas infectadas por dia na Alemanha e  na França. O coronavírus é extremamente sensível à temperatura", conclui.

A CNN esclarece que a entrevista do doutor Antony Wong que foi ao nesta sexta-feira (27) não foi cortada. 

"O noticiário ao vivo é quente, com muitas informações chegando. E por um problema técnico, o doutor Wong deixou de ouvir as apresentadoras no estúdio. Tentamos retomar a conexão, mas não deu certo. Nós precisávamos seguir, e ele não ouvia a Monalisa [Perrone] e a Carol [Nogueira]. O doutor Wong inclusive combinou de nos dar uma nova entrevista assim que ele voltar de uma viagem, na terça-feira. Ele é um especialista renomado e nós sempre temos espaço aqui na CNN", finaliza nosso âncora Reinaldo Gottino.