Monja Coen ensina respiração consciente para manter a calma durante isolamento

A líder budista Monja Coen ainda falou à CNN sobre as lições que podemos aprender em tempos de coronavírus e como acabar com estresse

Da CNN, em São Paulo
07 de abril de 2020 às 16:26

Líder budista e escritora, a Monja Coen falou à CNN, nesta terça-feira (7), sobre meditação em tempos de isolamento por causa da pandemia do novo coronavírus. Ela ainda fez reflexões sobre as lições possíveis de serem aprendidas neste momento de crise da COVID-19.

"Todos nós ficamos estressados no isolamento, mesmo que tenha familiares em casa - às vezes as pessoas brigam com esses familiares", diz ela. "Nesses momentos, as pessoas começam a mudar de humor com muita facilidade, por isso que é importante perceber quando é que está saindo do eixo e fazer uma respiração consciente".

"Você endireita a coluna vertebral e a cervical, e respira conscientemente: inspira e solta devagar", orienta, acrescentando que o inspirar é passivo e o expirar é ativo. "[Com isso] você toma consciência do seu estado emocional, que naturalmente está alterado, porque toda a nossa rotina mudou", acrescenta.

Ela ainda diz é preciso fazer várias atividades - como ler, assistir ou pensar - mas que é preciso também aceitar os momentos de parar e ouvir. "Temos momentos de silêncio, de só ficar quietinha e ouvir a vida. Tem passarinhos na cidade, é muito lindo viver. Ficar em casa é apreciar a vida", observa.

Por fim, a líder religiosa reflete: "Acho que o que o vírus nos fez ver é a interdependência e que o ser humano não é o centro do universo. O centro da vida é a própria vida".