Enfermeiros amenizam dor de familiares lendo cartas para pacientes com COVID-19

Daniel Motta e Talis Mauricio Da CNN, em São Paulo
26 de abril de 2020 às 14:34
 
Enfermeiros amenizam dor de familiares com leitura de cartas para pacientes com a COVID-19
Foto: Reprodução / CNN
 

É na cozinha de casa, sobre a mesa de jantar, que a cuidadora Jaqueline Isaura Ferraz demonstra, por meio de cartas, o amor pelo irmão: “Agradeço a Deus pela oportunidade de chegar até você por esta carta. Sinta o meu abraço bem apertado e o meu beijo"
 
Do outro lado da ponta, na UTI dos Hospital do Mandaqui, na Zona Norte de São Paulo, o técnico em enfermagem João Pedro Bastos dos Santos lê, na íntegra, a carta de Jaqueline feita ao irmão: “Você luta daí, que oramos daqui. Precisamos muito de você, fica bem, que está dando tudo certo. A última palavra é do senhor. Deus no controle de tudo".
 
O irmão de Jaqueline, Douglas Tadeu Ferraz, de 32 anos, foi internado em estado grave no último fim de semana. Apesar de lutar contra um câncer de pulmão, ele apresentava sintomas do novo coronavírus e a equipe médica decidiu que seria melhor interná-lo na ala exclusiva para o tratamento de pacientes com suspeita da COVID-19. A UTI é restrita. Apenas profissionais da saúde têm acesso ao local.

"Eu tô escrevendo pra que ele tenha muita força, que não esqueça que Deus tá no controle e que vai dar tudo certo e que nós estamos aqui torcendo e orando muito pela recuperação dele", diz Jaqueline. “A gente não pode dar um abraço, estar do lado dele né, é muito difícil", lamenta. 
 
Quer saber como surgiu essa história é como ela termina? Acompanhe a reportagem na íntegra!