Brasil confirma 26 mil novos casos de Covid-19, recorde para um único dia

País registrou terceiro dia seguido de mortes acima de mil; ao todo, são 438 mil casos e 26 mil vítimas fatais da doença do coronavírus

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
28 de maio de 2020 às 20:32 | Atualizado 28 de maio de 2020 às 21:22
Teste laboratorial de Covid-19.
Foto: Horth Rasur/Shutterstock

O Brasil registrou nesta quinta-feira (28) o maior número diário de novos casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. Com 26.417 diagnósticos -- seis mil a mais que o recorde anterior, de 20.803 (22/05) --, o país agora soma 438.238 casos confirmados da doença.

Foram registradas no boletim diário 1.156 novas mortes, no terceiro dia seguido de confirmações acima de 1.000 óbitos. Ao todo, a doença do novo coronavírus já produziu 26.754 vítimas fatais no país.

Os casos registrados nos boletins diários são aqueles que foram confirmados desde a divulgação feita na noite anterior, independentemente da data em que tenham ocorrido. Mortes chegam a levar dias ou semanas a serem confirmadas, em razão da escassez de testes e das próprias rotinas de trabalho das secretarias estaduais de saúde.

Assista e leia também:

Brasil reduziu taxa de reprodução do novo coronavírus a menos da metade

Pessoas sem sintomas infectam durante 8 dias, aponta estudo em Wuhan

Vacina da Covid-19: conheça a situação das maiores pesquisas

O Ministério da Saúde divulgou estimativa de que 177.604 pessoas já tenham se recuperado da doença. Outros 4.211 mortes foram registradas e aguardam investigação.

O estado com o maior número de casos é São Paulo, com 95.865 registros e 6.980 mortes. Nesta quinta-feira, SP também registrou o maior número de novos casos no estado, 6.382.

Na sequência, aparece o Rio de Janeiro, com 44.886 casos e 4.856 mortes. Com os números de hoje, o Rio se tornou o segundo estado brasileiro a registrar mais mortes que a China, epicentro original da doença.

Boletim epidemiológico do coronavírus - 28/05
Foto: Ministério da Saúde