São Paulo registra pelo terceiro dia mais de 300 mortes por Covid-19

Com a atualização do dados, São Paulo tem 192.628 casos e 11.846 mortes causadas pela Covid-19

Anna Gabriela Costa, da CNN em São Paulo
18 de junho de 2020 às 13:14 | Atualizado 18 de junho de 2020 às 17:41
Ilustração do novo coronavírus
Foto: Reprodução/Pixabay
 
O estado de São Paulo registrou nas últimas 24 horas mais 325 mortes causada pelo novo coronavírus, é o terceiro dia consecutivo que os números ultrapassam a marca de 300 vítimas, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (18) pela Secretaria de Saúde de São Paulo.
 
Com a atualização do dados, São Paulo tem 192.628 casos e 11.846 mortes causadas pela Covid-19. A taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva no estado é de 67%. Já na região da grande São Paulo, o índice de ocupação é de 71,3%, segundo a administração estadual.
 
O secretário de Saúde do estado de São Paulo, José Henrique Germann, afirmou, em coletiva de imprensa, que o estado apresenta atualmente 5.421 pacientes internados em UTI e 8.620 internados em enfermarias. Além disso, 35.419 pacientes que já receberam alta hospitalar. 

Leia também:

São Paulo autoriza retorno dos treinos de times de futebol a partir de julho

SP pode chegar a 500 mortes diárias por Covid-19, prevê secretária

Veja como vai funcionar flexibilização da quarentena no estado de São Paulo

Plataforma e-SUS

O secretário José Henrique Germann falou sobre a instabilidade, desde quarta-feira (17), no sistema de contagem de casos pela plataforma e-SUS, sistema nacional que faz o levantamento dos casos mais amenos da doença. Germann afirmou que a secretaria já acionou o Ministério da Saúde para buscar informações sobre o problema e como a questão está sendo tratada em outros estados.

"Esperamos que seja uma instabilidade do sistema porque dependemos muito desses números não só para a questão da informação ao público, que é fundamental, mas também para o uso dos dados nacionais para os nossos planos. Precisamos muito desses números, espero que a situação se resolva logo".

Treinos de futebol 

O Coordenador do Centro de Contingência de Coronavírus, Carlos Carvalho, fez esclarecimentos a respeito do retorno dos treinos de futebol dos clubes paulistas, aprovado por meio de um protocolo apresentado em reunião nesta quarta-feira (17).

“O protocolo leva em conta as recomendações que o comitê de saúde fez para que um clube profissional de São Paulo pudesse voltar, progressivamente, suas atividades com a maior segurança possível para os atletas e funcionários. O treinamento indoor é diferente do treinamento em campo, aberto, tem uma orientação para maior segurança possível. Todo esse pessoal, desde o atleta até os funcionários, precisaria de uma testagem, inicialmente sorológica, além da pesquisa direta de PCR, a técnica com cotonete”, afirmou.