Plano de saúde distribui 'kit Covid-19' com cloroquina em Santa Catarina

Unimed esclareceu, por meio de nota, a distribuição

Da CNN
17 de julho de 2020 às 10:58


Uma unidade da Unimed, em Santa Catarina, distribuiu um 'Kit Covid-19' para profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus e a ação gerou questionamentos após viralizar nas redes sociais. Além da vitamina D, invermectina e zinco quelado, o kit contém hidroxicloroquina, que ainda não tem eficácia comprovada no tratamento contra o novo coronavírus.

A Unimed Brusque, no Vale do Itajaí, disse, por meio de nota, que os medicamentos estão sendo distribuídos "aos profissionais que atuam na linha de frente e também aos médicos cooperados, com base no protocolo utilizado, já há algumas semanas, e amplamente divulgado em nível nacional pela prefeitura de Porto Feliz-SP". 

         Leia também:

Brasil levou 4 meses para atingir 1 milhão de casos - e apenas 1 mês para dobrar

A cooperativa disse ainda que "a utilização não era compulsória e que, após compra conjunta de insumos tão escassos no mercado na atualidade, foi optado pela distribuição aos que desejaram realizar a profilaxia sugerida". Portanto, a entrega dos kits foi feita "com orientações e assinatura de termo de consentimento".

O infectologista  Renato Kfouri, diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), explicou à CNN os riscos da automedicação e da falta de estudos que comprovem a eficácia de medicamentos de forma preventiva ou em casos iniciais da doença

"Não há, até hoje, alguma evidência científica de que, se você usar drogas de forma preventiva ,haverá algum benefício. Existem diversos estudos sendo conduzidos com diversos medicamentos e até hoje não há nenhuma evidência de que isso funcione. Portanto, quando você tem autoridades, associações médicas distribuindo estes remédios, não me parece a melhor técnica sanitária para se controlar uma pandemia", explica.