Reação inicial do corpo pode prever agravamento da Covid-19; pesquisador explica


Da CNN
29 de julho de 2020 às 17:07

Um estudo feito com a participação de cientistas brasileiros e divulgado na revista científica Nature apontou que é possível saber quais reações do organismo podem indicar o agravamento ou não da Covid-19 no indivíduo. 

Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (29), Tiago Castro, pesquisador de imunologia da universidade americana Rockefeller e um dos integrantes do grupo que fez a pesquisa, explicou que, entre o 10º e 12º dia com a doença, o paciente apresenta fatores inflamatórios que podem determinar se o quadro vai se agravar.

Segundo ele, moléculas inflamatórias são produzidas normalmente pelo nosso corpo, mas quando a reação se descontrola, o quadro da doença pode piorar e vir a ser fatal.

“Essas substâncias imunológicas existem no corpo de qualquer pessoa. Mas o excesso delas, por uma falta de controle do sistema imune, causa um excessivo dano ao corpo da pessoa. Isso poderá levar a um agravamento da Covid-19”, explicou.

Assista e leia também:

Roberto Kalil explica riscos de comorbidades, doenças que agravam a Covid-19

Mesmo sem concluir testes, Rússia planeja produzir vacinas a partir de setembro

Correspondente Médico: Qual a relação entre trombose venosa cerebral e Covid-19?

Para chegar ao resultado da pesquisa, foram estudados exames de sangue de 113 pacientes com casos moderados e graves do novo coronavírus.

O estudo, de acordo com o pesquisador, tende a abrir portas para que outras pesquisas encontrem medicamentos específicos para o tratamento da doença. 

(Edição: Bernardo Barbosa)