Mundo supera marca de 21 milhões de casos de Covid-19, diz universidade

Dados são contabilizados em painel da universidade americana Johns Hopkins; somados, EUA e Brasil têm mais de 8,5 milhões de infectados

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
15 de agosto de 2020 às 09:02
Mundo já tem mais de 21 milhões de infectados pelo novo coronavírus
Foto: Reprodução/ Johns Hopkins

O mundo já superou a marca de 21 milhões de casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A contagem é feita pela universidade americana Johns Hopkins, que atualiza painel em tempo real com números da pandemia.

Desde o fim de 2019, quando os primeiros casos foram diagnosticados na China, mais de 760 mil pessoas já morreram da doença.

O continente americano se consolidou como o epicentro da pandemia, com seis dos dez países mais afetados pela Covid-19.

Assista e leia também:

Mundo ultrapassa 750 mil mortes por Covid-19, segundo universidade
O painel da Johns Hopkins: A equipe envolvida no site mais visitado da pandemia

Os Estados Unidos lideram em número de casos (5,3 milhões) e mortes (mais de 168 mil), seguido pelo Brasil, com 3,2 milhões de infectados e 105 mil mortos. A Índia é o terceiro país com mais casos (mais de 2,5 milhões) e o quarto com mais mortes (mais de 49 mil).

Essa nova marca apontada pela Johns Hopkins também consolida um padrão: a cada 4 dias, em média, há mais 1 milhão casos no mundo. Isso se repete desde 8 de julho, quando a universidade contabilizava 12 milhões de infecções.

Ainda de acordo com o painel, mais de 13 milhões de pessoas já se recuperaram do novo coronavírus em todo o mundo. O Brasil, com 2,6 milhões de recuperados, lidera esse ranking desde o fim de junho. A Índia, com 1,8 milhão, e os EUA, com 1,7 milhão aparecem na sequência.