Vacinar todo mundo contra Covid-19 não acontecerá até 2024, diz fabricante

Diretor do laboratório indiano Serum Institute, Adar Poonawalla vê desafios para alcançar 90% da população global

John Bonifield, da CNN
22 de setembro de 2020 às 18:23

 

O Serum Institute da Índia, maior fabricante mundial de vacinas, disse que vai demorar até 2024 para que todo o mundo seja vacinado contra o novo coronavírus.

"Realisticamente, para todo o mundo, para todos neste planeta — ou pelo menos 90% — conseguir, será pelo menos até 2024", disse Adar Poonawalla, CEO e diretor-executivo do Serum Institute of India, à CNN.

Poonawalla disse que, alguns dos desafios de obter vacinas do ponto de pesquisa e aprovação para administrá-las aos pacientes, incluem aumentar a fabricação das vacinas e levantar bilhões de dólares para financiar a aquisição das doses necessárias.

Leia mais
Sinovac: conheça detalhes da vacina chinesa em parceria com Instituto Butantan
China aplica Coronavac em grupos de alto risco desde julho, diz fonte
Potencial vacina contra Covid-19 da chinesa Sinovac começa etapa final de testes

Ele disse que administrar as vacinas em certas geografias complexas e países também é um desafio.

O Serum Institute está trabalhando com cinco desenvolvedores de vacinas contra a Covid-19 e se preparando para fazer centenas de milhões de doses. Mas mesmo assim, o fornecimento da vacina só irá até certo ponto à curto prazo.

A Índia, por exemplo, tem uma população de 1,4 bilhão de pessoas.

“Em julho, agosto do próximo ano, mesmo que produzíssemos 400 milhões de doses, eles ainda terão dificuldade para vacinar todos com essa quantidade de doses”, disse Poonawalla.

(Texto traduzido. Leia o original, em inglês)