Covid-19: Cidade da China libera vacina emergencial a pessoas de 18 a 59 anos

Residentes da de Shaoxing, que não estão em grupos prioritários, podem se inscrever online para vacina. Autoridade local não especificou qual o imunizante

Da Reuters
21 de outubro de 2020 às 03:09 | Atualizado 21 de outubro de 2020 às 03:14
Seringa com vacina
Shaoxing não especificou qual vacina em testes contra o novo coronavírus estará disponível a seus cidadãos
Foto: Freepik


Uma cidade na província de Zhejiang, na China, oferecerá vacinas experimentais contra o novo coronavírus a seus residentes, à medida que a China amplia um programa de uso emergencial para pessoas em grupos não prioritários.

Residentes com idade entre 18 e 59 anos na cidade de Shaoxing, que não estão em grupos prioritários, podem se inscrever online para a vacinação, disse a comissão de saúde da cidade na terça-feira em sua conta no WeChat. A autoridade não deu o nome da vacina e nem disse quando a inoculação começaria ou quantas doses seriam oferecidas.

Leia também:
China diz que está vacinando médicos e funcionários das fronteiras desde julho

Covid-19: China adere ao Covax, consórcio da OMS para distribuição de vacinas

 

Centenas de milhares de pessoas já tomaram vacinas experimentais contra a Covid-19 na China desde que o país lançou seu programa de uso de emergência em julho, voltado para trabalhadores essenciais e outros grupos limitados de pessoas com maior risco de infecção.

O uso de imunizantes que ainda estão em estudo aumentou a preocupação de segurança entre os especialistas.

Na semana passada, Zhejiang se tornou a primeira província chinesa a oferecer a inoculação voluntária para residentes não prioritários por meio do programa de uso de emergência, sem especificar quantas pessoas serão vacinadas.

Os residentes de Shaoxing que escolherem ser vacinados precisarão dar razões para querer a vacina em suas aplicações e serão cobrados 400 yuans (cerca de R$ 337) por duas doses, com uma taxa adicional de inoculação de 28 yuans (R$ 23) por dose, disse a cidade.

Não ficou claro se a cidade fará a triagem dos candidatos com base nesses motivos ou se os custos podem ser subsidiados. A comissão de saúde de Shaoxing não respondeu aos pedidos de comentário até o momento.