Coronavac será adaptada e poderá ser armazenada em geladeira, diz Dimas Covas

"Vacina poderá ser armazenada em temperatura normal de geladeira de 2° a 8° e poderá ficar até 27 dias sem refrigeração," disse diretor do Instituto Butantan

Da CNN, em São Paulo
18 de novembro de 2020 às 17:29

 

Conforme as potenciais vacinas contra o novo coronavírus avançam, questões em relação ao armazenamento começam a surgir, especialmente após a Pfizer divulgar que o imunizante que desenvolve será armazenado sob temperatura de -70ºC. 

Questionado sobre o tema, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse à CNN que a Coronavac será adaptada ao clima brasileiro.

Leia também

Anvisa regulamenta análise mais ágil de vacinas contra Covid-19

Mortes por Covid-19 aumentam entre idosos em São Paulo

Anvisa espera concluir certificação de fábricas de vacinas na China até janeiro

“A vacina será adaptada para as condições de logística do Brasil. Ela poderá ser armazenada em temperatura normal de geladeira de 2° a 8° e poderá ficar até 27 dias sem refrigeração,” disse Dimas Covas.

(Publicada por Sinara Peixoto)