Quando haverá uma vacina para a Covid-19? A situação dos imunizantes em testes


Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
20 de novembro de 2020 às 22:41 | Atualizado 20 de novembro de 2020 às 23:16
Aplicação de vacina
Aplicação de vacina
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A busca por uma vacina contra a Covid-19 mobiliza empresas, governos e pesquisadores de todo o mundo, como forma de aplacar a crise sanitária, social e econômica derivada da pandemia do novo coronavírus.

Na semana que se encerra nesta sexta-feira (20), algumas novidades importantes foram registradas sobre o assunto. A Pfizer largou na frente e se tornou a primeira empresa a pedir, nos Estados Unidos, autorização para uso emergencial de um imunizante.

No Brasil, a ideia tomou forma e cara com a chegada ao país do primeiro lote da Coronavac, vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac e testada no país em parceria com o Instituto Butantan. E teve também os bons resultados da vacina da Moderna, mais uma a avançar nos estudos clínicos.

Pfizer pede autorização emergencial de vacina nos EUA

 

Veja imagens do primeiro lote da Coronavac enviado ao Brasil

 

 

Ministério pressionado por fornecedores de vacinas

 

Representantes de vacina russa fazem 1º encontro com Saúde

Moderna afirma que sua vacina é 94,5% eficaz contra a Covid-19

Entenda o cálculo da eficácia de vacinas