CEO da Moderna: dose da vacina deve custar de R$ 134 a R$ 199


Da CNN, em São Paulo
22 de novembro de 2020 às 15:13 | Atualizado 22 de novembro de 2020 às 15:17


Em entrevista para o jornal alemão Welt am Sonntag neste domingo (22), o presidente executivo da Moderna disse que o preço de cada dose da potencial vacina contra Covid-19 da farmacêutica vai depender da quantidade de doses que cada governo comprar.

A Moderna pretende cobrar entre US$ 25 (R$ 134) e US$ 37 (R$ 199) por dose. Quanto maior o pedido que o governo fizer, menor será o preço de cada dose.

A vacina da Moderna contra a Covid-19 precisa de duas aplicações para garantir um alto índice de eficácia. Dessa maneira, o custo para imunizar cada pessoa será entre US$50 (R$270) e US$ 74 (R$400). 

Leia e assista também:

Vacinação contra Covid-19 pode começar em 11 de dezembro nos EUA

Agência dos EUA autoriza uso emergencial de coquetel de anticorpos da Regeneron

O grupo está conversando com a União Europeia e está prestes a fechar um acordo com o bloco para o fornecimento de milhões de doses da vacina. Além da Moderna, o bloco fechou acordos de fornecimento com outros quatro desenvolvedores de vacina, a fim de chegar em um total de 1 bilhão e 200 milhões de doses de imunizações contra o novo coronavírus. 

A Moderna chegou a anunciar que sua vacina, a mRNA-1273, obteve uma taxa de 94,5% de eficácia na prevenção da Covid-19.