Teste negativo é garantia para não transmitir Covid-19 nas festas de fim de ano?

No quadro Correspondente Médico, o neurocirurgião Fernando Gomes comentou se a 'estratégia' de testar antes de se reunir é eficaz

Da CNN, em São Paulo
18 de dezembro de 2020 às 09:27


Na edição desta sexta-feira (18) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes comentou a "estratégia" que muitas pessoas pretendem utilizar antes de se reunirem para as festas de fim de ano: afinal, fazer o teste da Covid-19 antes de encontrar com a família é eficaz?

Leia e veja também:

Coronavac: mais 2 milhões de doses chegam a São Paulo
Mesmo com vacinação, Brasil não deve atingir imunidade de rebanho em 2021
CNN Tonight: virada do ano marca fim de um ciclo e início de outro

"Quando entramos em qualquer ambiente hoje em dia, somos abordados e questionados se estamos com sintomas de gripe e medem nossa temperatura. Associando isso a exames laboratoriais, como testes rápidos, é possível saber mais das características das pessoas que estarão naquele evento. Então, sim, pode ser uma estratégia", destacou o médico.

"Sempre falamos da importância da saúde mental e, no nosso país, Natal e Ano Novo são datas relevantes. Reuniões familiares com número reduzido de pessoas e todos esses cuidados, como uso de máscara e limpeza das mãos, podem fazer sentido pensando na saúde mental das pessoas", complementou.

Coleta de saliva para realização do teste que detecta o novo coronavírus
Foto: Fabrizio Bensch - 05.ago.2020/ Reuters

(Publicado por: André Rigue)