Novo carregamento da Coronavac chega ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP)

Quarto lote contém 5,5 milhões de doses da vacina

da CNN, em São Paulo
24 de dezembro de 2020 às 07:06 | Atualizado 24 de dezembro de 2020 às 07:21


A quarta remessa da Coronavac, vacina contra a Covid-19 produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo, chegou na manhã desta quinta-feira (24) ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, estava presente no local para receber o carregamento. Este novo lote contém 5,5 milhões de doses do imunizante.

Assista e leia também:
Governo de SP e Butantan adiam divulgação de eficácia da Coronavac
Coronavac recebe certificação de boas práticas de fabricação da Anvisa

As três remessas anteriores garantiram mais de 3 milhões de doses ao Instituto Butantan. Os carregamentos finais de 2020 estão previstos para os dias 28, com 400 mil doses, e 30, com mais de 1,6 milhão de doses.

Novo carregamento da Coronavac chega no Aeroporto de Viracopos
Foto: CNN (24.dez.2020)

Em coletiva de imprensa realizada na quarta-feira (23), o governo do estado de São Paulo e o Instituto Butantan afirmaram que a Coronavac atingiu o nível de eficácia exigido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de pelo menos 50%, na fase 3 das pesquisas.

O grau de eficácia atingido pelo imunizante na fase final dos testes, no entanto, não foi revelado, como prometido. O governo paulista já havia se comprometivo a divulgar os resultados detalhados da fase 3 dos estudos na semana passada, mas voltou a adiar o lançamento dessa informação por questões contratuais.

No início da semana, o imunizante foi a primeira vacina a receber a certificação de boas práticas de fabricação pela Anvisa. Na quarta, a vacina da Astrazeneca em parceria com a Universidade Oxford foi o mais novo medicamento contra a Covid-19 a receber a certificação.

O secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, estava presente no local para receber o carregamento
Foto: CNN (24.dez.2020)