22 países já registram variante do novo coronavírus; rápida transmissão preocupa

Virologista Maurício Nogueira explicou que variantes de vírus são comuns e fazem parte do processo natural, mas alta transmissibilidade requer atenção

Da CNN, em São Paulo
30 de dezembro de 2020 às 09:55


Ao menos 22 países registraram casos da variante do novo coronavírus, encontrada primeiro no Reino Unido dias antes do Natal. Emirados Árabes, Chile, África do Sul e Nigéria são algumas das nações que já reportaram casos confirmados de contaminação pela nova cepa do vírus.

Em entrevista à CNN, o virologista Maurício Nogueira, que é professor da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, explicou que variantes de vírus são comuns, mas essa nova do coronavírus preocupa pela sua rápida transmissão.

"Variantes de vírus aparecem a todo momento, isso faz parte do processo natural. O que preocupa é a rapidez com que esse vírus está chegando em vários países. Significa que nós não estamos tomando as medidas necessárias para controlar tanto a varianto quanto o vírus normal", afirmou o médico.

Leia, veja e ouça também:

O que sabemos sobre a nova variante do coronavírus
Reino Unido diz que mutação do novo coronavírus está 'fora de controle'
Mutações do Coronavírus: quais os riscos e medidas que estão sendo tomadas?

"Essa mutação mostra o que chamamos de evolução convergente, que favorece o vírus. Ela acabou dominando a população e gerando uma cepa -- que é um novo grupo de vírus, muito parecido com o anterior, mas que apresenta alguma característica genética diferente que nos permite identificar essa cepa", explicou Nogueira.

(Publicada por Luiz Raatz)

Homem passa por ilustração de vírus em Oldham, Reino Unido (Arquivo: 03/08/2020)
Foto: REUTERS/Phil Noble