Fiocruz envia carta ao Butantan dizendo que Coronavac é ‘alento para sociedade’


Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
13 de janeiro de 2021 às 10:31 | Atualizado 13 de janeiro de 2021 às 11:52


Em meio à disputa política entre os governos federal e paulista em torno de uma vacina contra a Covid-19, a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, enviou uma carta à direção do Instituto Butantan para cumprimentar o órgão pela eficácia da Coronavac.

O documento, ao qual a CNN teve acesso, foi enviado por Nísia ao presidente do Butantan, Dimas Covas, na última sexta-feira (8), um dia após o instituto divulgar que a eficácia para casos leves da vacina era de 78%, podendo chegar a 100% em casos graves.

 

“Foi com grande satisfação que recebi a notícia sobre os dados da eficácia da vacina Coronavac. Em um dia marcado pelo sentimento do luto diante da perda de vidas e das dificuldades no enfrentamento à pandemia, contar com a vacina do Instituto Butantan é um alento para sociedade brasileira”, diz a presidente da Fiocruz na carta.

Carta enviada pela Fiocruz ao Instituto Butantan
Carta enviada pela Fiocruz ao Instituto Butantan
Foto: Reprodução

“No momento em que Fiocruz e Butantan completam 120 anos de incansável atuação em prol da saúde de nossa população, contribuirmos com vacinas eficazes, seguras e dirigidas para o Sistema Único de Saúde representa a consolidação do esforço diário de promover ciência e tecnologia a serviço da vida”, emenda Nísia.

Segundo a assessoria de imprensa da Fiocruz, até o momento a fundação não recebeu resposta. Procurado, o Butantan não respondeu. Na terça-feira (12), o instituto divulgou que a eficácia global da Coronavac é de 50,38%, acima do mínio de 50% exigido pela OMS para considerar uma vacina eficaz.