Ministério da Saúde exige que todo estoque da Coronavac seja do governo federal

Butantan pede que as doses referentes à São Paulo fiquem com a Instituição

Da CNN, em São Paulo
16 de janeiro de 2021 às 12:54

O Ministério da Saúde está exigindo que todas as doses da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan, sejam entregues ao governo federal. O pedido veio em um ofício enviado pela pasta ao instituto. No documento, o ministério afirma que a União é a responsável pela operacionalização do Plano Nacional de Imunização. 

A CNN teve acesso ao documento que dizia o seguinte: "a União é responsável pela distribuição de todas as vacinas em território nacional e que, por isso, o Ministério da Saúde não pode delegar esta função sobretudo em razão da atual situação em que o país se encontra pelo avanço da Covid-19".

O Instituto Butantan respondeu afirmando que vai repassar as vacinas, mas que gostaria de ficar com as doses que já serão destinadas ao estado de São Paulo.

Após essa reivindicação, o Ministério da Saúde reiterou sua exigência dizendo que a pasta é a responsável pela logística e distribuição, e pediu para ficar com toda a produção. O Instituto Butantan ainda não deu retorno sobre a segunda exigência. 

O ofício do Ministério da Saúde chegou após adiamento do voo para a Índia, que irá trazer ao Brasil as doses da vacina da AstraZeneca.  

(Publicado por Thâmara Kaoru)