Saiba quais unidades de saúde de Manaus estão em estado 'extremamente crítico'

Documento obtido pela CNN mostra que ao menos 2 unidades de saúde de Manaus são definidos pelas autoridades oficiais como em estado "extremamente crítico"

José Brito e Karla Chaves Da CNN, em Manaus
16 de janeiro de 2021 às 16:55
Cilindros de oxigênio
Chegada de cilindros de oxigênio no SPA Joventina Dias, no bairro Compensa, em Manaus (AM), na manhã deste sábado (16)
Foto: Sandro Pereira/Fotoarena/Estadão Conteúdo (16/01/2021)


Documento obtido pela CNN mostra que ao menos 2 unidades de saúde de Manaus são definidos pelas autoridades oficiais como em estado "extremamente crítico".

São eles o SPA (Serviço de Pronto Atendimento) Chapot Prevot e o Hospital Platão Araújo.

O documento mostra ainda que a prioridade de entrega de cilindros é para as maternidades locais, incluindo a maternidade Balbina Mestrinho e a Ana Braga.

Nesta sexta-feira, a CNN mostrou que 60 bebês prematuros da cidade corriam risco de ser transferidos para outros locais devido à falta de oxigênio.

 

Manaus vive um colapso do sistema de saúde pública devido ao aumento dos casos de Covid-19 e a falta de oxigênio para atender os pacientes em estado grave.

Um hospital de apoio está sendo construído no estacionamento do Delphina Aziz e deve ficar pronto na terça-feira. A unidade provisória deve ter de 60 leitos.