Fiocruz tenta financiamento de R$ 3,4 milhões para modernização de laboratórios

Fiocruz pediu apoio para "modernização da infraestrutura laboratorial para alavancar o desenvolvimento tecnológico de vacinas, inclusive para Covid-19"

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
25 de janeiro de 2021 às 16:50 | Atualizado 25 de janeiro de 2021 às 16:52
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
Foto: Erasmo Salomão/Divulgação/MS

Uma das instituições protagonistas da luta do Brasil contra o coronavírus e um dos locais capazes de produzir vacinas contra a doença, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) procurou deputados federais em busca de financiamento para a modernização de seus laboratórios.

Em ofício enviado a gabinetes na última sexta-feira (22) e obtido pela CNN, a Fiocruz pediu apoio, através da destinação de verbas de emendas parlamentares, para "modernização da infraestrutura laboratorial para alavancar o desenvolvimento tecnológico de vacinas, inclusive para Covid-19". Emendas parlamentares são recursos do orçamento total do governo federal cuja destinação é dada por deputados federais e senadores.

O projeto apresentado pela Fiocruz tem custo total de R$ 3,4 milhões e pretende modernizar a infraestrutura física do laboratório de neurovirulência, onde são feitos os controles de vacinas contra poliomielite oral, da febre amarela e de sarampo, caxumba e rubéola (tríplice viral).

Para que o SARS-CoV2, o vírus que causa a Covid-19, também possa ser manipulado no local e sejam realizados testes de novas vacinas, a Fiocruz prevê a necessidade de obras de novas unidades de tratamento de ar e de adequação de biossegurança. 

Além do projeto relacionado diretamente ao coronavírus, a Fiocruz encaminhou um caderno com a solicitação de verbas do orçamento federal que possam ajudar em outras pesquisas desenvolvidas pela instituição, como o tratamento de doenças raras, combate ao câncer e prevenção e tratamento de infecções hospitalares. Ainda não houve retorno dos parlamentares sobre a destinação de emendas para a Fiocruz.