Rio confirma transmissão comunitária das variantes de Manaus e Reino Unido

Secretarias de Saúde concluíram a análise dos casos de cidadãos fluminenses infectados e confirmaram a presença de novas cepas do vírus em até duas cidades

Weslley Galzo, da CNN, em São Paulo
19 de fevereiro de 2021 às 09:18 | Atualizado 19 de fevereiro de 2021 às 09:56

A presença de variantes da Covid-19 no Rio de Janeiro foi confirmada nesta sexta-feira (19) pela Secretária de Estado da Saúde (SES) e a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-Rio).

As secretarias de Saúde finalizaram na última quinta-feira (18) a análise do histórico de quatro pacientes infectados pelas variantes no estado. Foram identificadas quatro contaminações pela cepa de Manaus e uma com a mutação do vírus encontrado no Reino Unido. 

Os testes realizados constataram que quatros dos cinco pacientes foram infectados dentro do território fluminense, a esse grupo dá-se o nome de autóctones. O outro caso registrado é o de um portador da doença que veio de Manaus. 

De acordo com o levantamento, a variante já está circulando na capital e, provavelmente, no munícipio de Nova Iguaçu, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

"A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da SES alerta para a possibilidade de o vírus já estar circulando por outros municípios, uma vez que a capital tem grande atividade econômica e alta circulação de pessoas de várias cidades da Região Metropolitana.Porém, essa informação só poderá ser confirmada a partir de evidências laboratoriais", diz a nota divulgada pelas secretarias de Saúde.

Diante do quadro de disseminação da nova cepa da Covid-19, a Secretaria de Estado de Saúde informou que está reforçando o apoio aos municípios nas ações de prevenção e monitoramento dos casos.

Os dois órgãos que assinam a nota reiteraram a necessidade da adesão da população às medidas de prevenção de contágio, como uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.  

Variante de Manaus

A cepa do novo coronavírus identificada em Manaus se espalhou pelo país e já chegou a pelo menos doze estados. A disseminação dessa variante, chamada de P.1, vem preocupando autoridades, já que ela é considerada mais transmissível que outras cepas causadoras da Covid-19.

O número de casos confirmados pela variante de Manaus já se aproxima de 200 em todo o Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde e de secretarias estaduais.

A P.1 foi identificada até agora nos seguintes estados: Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Pará, Paraíba, São Paulo, Roraima, Ceará, Piauí, Santa Catarina e Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.