Pesquisa da UFMG monitora infecção por novo coronavírus em animais

Estudo reforça a teoria de que os humanos são os transmissores do coronavírus e não o inverso

Da CNN, em São Paulo
23 de fevereiro de 2021 às 13:20

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está monitorando a manifestação do novo coronavírus em animais. A pesquisa já confirmou a doença em quatro gatos e sete cachorros no Brasil. 

O caso mais recente foi registrado em Belo Horizonte. Um cão da raça boxer testou positivo para a doença após a família ter casos confirmados da Covid-19.

Todos os casos já foram notificados aos órgãos oficiais, como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Organização Mundial de Saúde Animal.

A pesquisa reforça a teoria de que os humanos são os transmissores do coronavírus e não o inverso.

O estudo também destaca a importância do uso da máscara e de manter o distanciamento de animais de estimação quando há casos confirmados na família.

 

 

(Publicado por Sinara Peixoto)