FDA autoriza armazenar vacina da Pfizer em temperatura normal de congelamento

Agência dos EUA deu permissão para que imunizante seja armazenado em "temperaturas convencionais" normalmente encontradas em freezers farmacêuticos

Por Jacqueline Howard, da CNN
26 de fevereiro de 2021 às 02:52 | Atualizado 26 de fevereiro de 2021 às 06:34

A Food and Drug Administration (FDA) deu à Pfizer uma vitória nesta quinta-feira (25), concordando em permitir que a vacina da farmacêutica contra a Covid-19 seja transportada e armazenada em "temperaturas convencionais", normalmente encontradas em freezers farmacêuticos, por um período de até duas semanas.

A decisão do FDA pode aliviar algumas das restrições que tornaram a vacina especialmente difícil de armazenar e distribuir em diversos países do mundo.

O FDA recomendou anteriormente que a vacina fosse armazenada em temperaturas ultra-frias entre - 80 e - 60 graus Celsius, mas observou em seu anúncio que a mudança nas temperaturas comumente encontradas em freezers farmacêuticos "reflete uma alternativa ao armazenamento dos frascos não diluídos".

 

"A Pfizer enviou dados ao FDA para apoiar essa temperatura alternativa para transporte e armazenamento", disse o Dr. Peter Marks, diretor do Centro de Avaliação e Pesquisa Biológica do FDA, em um comunicado.

“Esta temperatura alternativa para transporte e armazenamento dos frascos não diluídos é significativa e permite que os frascos sejam transportados e armazenados em condições mais flexíveis”, disse Marks.

"A temperatura alternativa para transporte e armazenamento ajudará a aliviar o fardo de adquirir equipamento de armazenamento refrigerado ultrabaixo para locais de vacinação e deve ajudar a levar a vacina a mais locais."