Polícia interrompe festa clandestina com 200 pessoas na zona leste de São Paulo

Além de promover a aglomeração, o espaço se encontrava em situação irregular

Renato Barcellos, da CNN em São Paulo
07 de março de 2021 às 12:47
Polícia interrompe festa clandestina com 200 pessoas na zona leste de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

Agentes da Polícia Civil e da Vigilância Sanitária interromperam uma festa clandestina com cerca de 200 pessoas, na zona leste de São Paulo, durante a madrugada deste domingo (7).

Segundo o Governo do Estado, a casa não tinha alvará de funcionamento, não tinha saída de emergência, as ligações elétricas eram clandestinas e os extintores estavam vencidos.

No local, também foram apreendidas substâncias ilícitas, entre elas comprimidos de esctasy, cocaína, lança-perfume e bebidas falsas.

Desde a madrugada de sábado (6), as Polícias Militar e Civil, o Procon-SP e a Vigilância Sanitária realizam ações em diversos pontos de São Paulo para evitar possíveis aglomerações, festas clandestinas e pancadões.

De acordo com o Governo do Estado, o reforço da fiscalização tem como objetivo evitar a propagação do novo coronavírus.

Na primeira noite em que as regras mais restritivas da fase vermelha do Plano SP passaram a valer, a Vigilância Sanitária autuou pelo menos 43 estabelecimentos na Capital por descumprimento das novas normas de circulação. Deste total, sete foram autuados por aglomerações e funcionamento após o horário permitido.