Governo lança edital do 'Mais Médicos' para reforçar atendimento contra Covid-19

Municípios elegíveis estarão habilitados ao preenchimento de vagas disponíveis e autorizadas pelo Ministério da Saúde em suas Unidades Básicas de Saúde

Rudá Moreira, da CNN, em Brasília
08 de março de 2021 às 14:39 | Atualizado 08 de março de 2021 às 14:53
Hospital
Edital pretende reforçar atendimento médico contra a Covid-19
Foto: Marcelo Leal/Unsplash

O Ministério da Saúde publicou nesta segunda-feira (8), em edição extra do Diário Oficial da União, um novo edital do Projeto Mais Médicos, que oferece vagas para reforçar o atendimento de saúde contra a Covid-19 pelo Brasil.

De acordo com a publicação, os municípios (e o Distrito Federal) elegíveis "que aceitarem participar do Projeto Mais Médicos para o Brasil, estarão habilitados ao preenchimento de vagas disponíveis e autorizadas" pelo Ministério da Saúde "para aperfeiçoamento de profissionais em suas Unidades Básicas de Saúde".

A participação será pelo período de três anos (prorrogável por igual período) e o chamamento público valerá para "médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no Brasil". Além disso, é necessário possuir registro profissional em algum Conselho Regional de Medicina (CRM).

Segundo o edital, "será levado em consideração as vagas já autorizadas e disponibilizadas no âmbito do Projeto Mais Médicos para o Brasil, que se encontram desocupadas". 

Ainda de acordo com a publicação do Ministério da Saúde, maiores esclarecimentos e informações adicionais sobre o edital serão disponibilizados apenas no site do Mais Médicos.