Governo atualiza cronograma e antecipa previsão de chegada da vacina da Pfizer

Ministério da Saúde também passou a considerar a Sputnik V como 'vacina contratada' após adquirir 10 milhões de doses

Nohlan Hubertus Da CNN, em Brasília
13 de março de 2021 às 01:03 | Atualizado 13 de março de 2021 às 13:13

O Ministério da Saúde afirmou nesta sexta-feira (12) que 424,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 serão entregues até o fim de 2021. O anúncio foi feito pelo secretário executivo Élcio Franco, acrescentando que, além desse número, o Brasil ainda estaria negociando outros 168 milhões de doses de outros laboratórios. 

A analista da CNN Basília Rodrigues recebeu o novo cronograma atualizado de vacinação. O número de vacinas da Pfizer agora devem chegar a partir de abril, e não mais em junho. A previsão é de 13,5 milhões de doses ainda no primeiro semestre e outras 86,5 milhões de doses no segundo semestre, totalizando 100 milhões.

Foto: CNN

Franco disse na coletiva que caso municípios e estados adquiram vacinas, será combinado se eles ou o ministério da Saúde vai gerir as doses. Ele afirmou ainda que os contratos com a Janssen e a Pfizer devem ser fechados em breve.

"Toda a tramitação que diz respeito ao ministério da Saúde já ocorreu, inclusive a parte de seguro, e agora seus departamentos jurídicos estão finalizando a análise para que possamos assinar, o que deve ocorrer no início da próxima semana", falou o secretário.

(Publicado por Bruna Baddini)