Contrato da Janssen com governo prevê 38 milhões de doses a partir de outubro

Vacina da Janssen é, até o momento, o único imunizante que necessita de apenas uma dose

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo
19 de março de 2021 às 13:44 | Atualizado 19 de março de 2021 às 15:49

O âncora da CNN Kenzô Machida teve acesso ao contrato do governo federal com a farmacêutica Janssen que prevê a entrega de 38 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19 no último trimestre de 2021.

Segundo o documento, no entanto, a disponibilidade real do volume de vacinas poderá ser diferente do que é atualmente esperado e a Janssen poderá alterar os cronogramas e quantidades estabelecidas.

Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Vacina da Janssen/Johnson & Johnson
Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

Ainda de acordo com o contrato, cada dose do imunizante custará 10 dólares e a primeira parcela do pagamento será de US$ 95 milhões.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou recentemente que o governo fecharia um acordo com a farmacêutica belga.

Na última sexta-feira (12), a Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou o uso emergencial do imunizante. No Brasil, a vacina da famrcêutica belga não tem registro definitivo nem autorização para uso emergencial.

O imunizante da Janssen é, até o momento, a única vacina que requer apenas uma dose por pessoa.

Contrato do governo com a Janssen
Contrato do governo federal coma Janssen
Foto: Divulgação

Confira as vacinas compradas até o momento pelo Brasil e a previsão de entrega por fabricante:

Planilha de vacinas contra a Covid-19
Expectativa do recebimento das doses encomendadas pelo Brasil de vacinas contra a Covid-19, de diferentes fabricantes. Atualizada em 19/03/2021
Foto: CNN Brasil