Professores e policiais serão vacinados em abril no estado de São Paulo

O anúncio veio no mesmo dia em que São Paulo completou um ano de medidas restritivas para combater a pandemia

Carla Chaves, da CNN, em São Paulo
29 de março de 2021 às 02:01

O estado de são paulo vai começar a vacinar professores e policiais a partir de abril. A imunização dos profissionais da segurança começa no dia 5 e da educação, no dia 12.

O anúncio veio no mesmo dia em que São Paulo completou um ano de medidas restritivas para combater a pandemia.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, desde o início da pandemia, mais de 1.800 policiais foram afastados por causa da Covid-19 e 79 morreram.

“Morreram mais policiais de covid-19 do que em confronto com criminosos no estado de São Paulo e isso é extremamente preocupante. Por isso que é muito bem-vinda essa vacinação", afirma Rafael Alcadipani, membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Para os profissionais de educação, a primeira dose da vacina começa a ser aplicada no dia 12 de abril. O grupo inclui todos, com mais de 47 anos, que fazem parte da estrutura escolar como: professores, inspetores e diretores de escola.

A fase vai priorizar os profissionais da educação básica. No caso das escolas particulares o profissional, vai ter que comprovar vínculo empregatício de pelo menos 2 meses. A expectativa é vacinar 350 mil pessoas.

No final do ano passado, o governo de São Paulo incluiu a educação como serviço essencial, mas as aulas voltaram a ser suspensas no último dia 15 por causa da fase emergencial.

Segundo o sindicato dos professores, somente na rede estadual do dia 3 de fevereiro, até as aulas serem interrompidas, foram mais de 2.300 casos confirmados entre funcionários e alunos e 44 professores morreram pela Covid-19.